Diccionario bibliographico portuguez: M-P (1862. 474, 31-70 p.)

Front Cover
na Imprensa Nacional, 1862
0 Reviews
Reviews aren't verified, but Google checks for and removes fake content when it's identified

From inside the book

What people are saying - Write a review

We haven't found any reviews in the usual places.

Popular passages

Page 116 - Collecção Das obras da Academia dos Selectos, que na Cidade do Rio de Janeiro se celebrou em obséquio e applauso do dito Excelentíssimo Heroe.
Page 202 - Ensaio crítico sobre qual seja o uso prudente das palavras de que se serviram os nossos bons escritores do...
Page 374 - Pedro, é o livro não de ura homem, mais sim de um povo e de uma época: é uma espécie de registro aristocrático cuja origem se vai perder nas trevas que cercam o berço da monarquia. "Nas suas páginas sente-se viver a Idade-Média: ouve-se a anedota cortesã, de amor, de vingança ou de dissolução, como a contavam escudeiros e...
Page 130 - Primeira parte das Chronicas da Ordem dos Frades Menores do Seraphico Padre Sam Francisco, seu instituidor áf primeiro Ministro geral : que se pode chamar, Vilas Patrum dos Menores.
Page 201 - REAL DE MADRID, NA DO ESCURIAL, E NAS DE ALGUNS SENHORES E LETRADOS DA CORTE DE MADRID por Joaquim José Ferreira Gordo — Sendo ali «enviado pela Academia Real das Sciencias de Lisboa no anno de 1790.
Page 374 - Pedro, é o livro não dum homem, mas sim de um povo, de uma época; é uma espécie de registo aristocrático, cuja origem se vai perder nas trevas que cercam o bérço da monarquia... e talvez que, no estado em que hoje o vemos, seja aquele a quem se atrlbue o que nele tenha mais diminuto quinhão".
Page 377 - CastelISos em sanctarem (a) onde ambos erees: presente elle uos me perguntastes en que ponto ou termho staua hflu liuro dos benefficios entom chamado que eu começara em aquelle anno : E eu uos disse que ia era fyndo segundo preposito e tençom primeira que eu ouuera em o começar : Mais seendo per my despois...
Page 339 - É certo que arranjei o systema e plano da obra, que escolhi os authores e as peças; mas ausentando-me de Paris antes de completa a impressão do primeiro volume, um homem por nome Fonseca, a quem de minha algibeira paguei para rever as provas, tomou a liberdade de alterar tudo, introduzindo na...
Page 417 - Carta, em resposta, de certo amigo da Cidade de Lisboa a outro da Villa de Santarem, em que se lançam os fundamentos sobre a verdade ou incerteza da morte d^Elrei D. Sebastião na batalha de Alcacerquibir em Africa. Lisboa, na Officina de João Evangelista Garcez. 1808. 4.
Page 312 - Capitania Nossa Senhora do Bom Despacho, de que era Capitão Francisco de Melto, vindo da India no anno de 1630. Lisboa, na Officina de Pedro Craesbeeck. 1631. 4.

Bibliographic information